Blog posts

Danças do Mundo para aprender em casa

Danças do Mundo para aprender em casa

Dicas

Os países possuem inúmeras diferenças, mas a arte é algo presente em todos os cantos do mundo e que diz muito sobre a cultura local. A dança é uma forma de expressão que representa bem sua origem e reflete o passado e o presente da nação. Além de se exercitar e manter a saúde, aprender uma nova dança envolve não apenas a lição dos movimentos, mas também a compreensão das referências do país. Que tal arrastar o sofá, escolher sua preferida e começar a praticar? Confira nossa seleção de danças do mundo:

01. Flamenco (Espanha)

Créditos: Canal Tural Aliyev

A dança tipicamente espanhola é muito famosa pelo pé batido, palmas e até castanholas. A música flamenca coloca um tom de drama extra na dança, mas não precisa ser um movimento triste, muito pelo contrário. O exercício é movimentar o corpo todo e fazer gestos rápidos e precisos. A vestimenta típica envolve vestidos longos e repletos de babados que brincam com os nossos olhos e dão a perspectiva ainda mais viva de movimento. O baile pode ser feito sozinho ou acompanhado.

02. Valsa de Viena (Áustria)

Créditos: Canal Egils Smagris

Uma das danças mais difundidas pelo mundo é a Valsa de Viena ou, como conhecemos, a “Valsa Tradicional”. Com movimentos leves, sempre acompanhado, a dança brinca com a suavidade e delicadeza de seus bailarinos. Com uma música calma, presente e muito bem trabalhada, o vestuário também costuma ser um show à parte, ideal para os dias em que estamos mais inspirados para nos arrumar e criar uma harmonia entre corpo e o movimento, como exigido pela dança.

03. Milonga (Argentina)

Crédito: Canal Tengiz Mosidze

Uma das danças mais famosas da América Latina é o tradicional Tango argentino, mas, cada vez mais os “hermanos” tem adotado o Milonga como uma dança típica. Com uma origem simples, a dança tem base naquela que se tornou símbolo nacional pela música e pela dança feita sempre em dupla: o Tango. O dançar é uma coreografia que traduz a música para movimentos rápidos e certeiros, com muitos passos específicos mas também mais livres, tão prazerosos de executar como no Tango porém com menor dificuldade.

04. Samba (Brasil)

Crédito: Canal Vanessa Pascale

Dispensando apresentações, nosso Samba se tornou símbolo mundial da dança tradicional brasileira. É uma das mais animadas de nossa cultura e, consequentemente, reproduzida e admirada por todo mundo. Com muitas variáveis, a dança pode ser feita sozinha ou em dupla. Garantindo movimentação para todo o corpo, pode se mostrar um ótimo exercício aeróbico, mas, melhor que isto, pode ser seu treino antecipado para o Carnaval de 2021!

05. Tarantella (Itália)

Crédito: Canal Tarantolato Oficial

Com muita animação, pandeiros e fitas com as cores tradicionais da bandeira da Itália, a dança é uma maneira de expressar o espírito agitado e empolgado do italiano. Os passos marcados podem ser feitos sozinhos, em dupla e até em grupos, como costuma acontecer em festas. É muito comum que celebrações como casamentos e festas de aniversário contem com esse baile que tem origem no século XV.

06. Cancan (França)

Crédito: Canal France Télévisions

O Cancan, uma dança típica francesa, tem origem no século XIX e foi inventada por Céleste Mogador, uma dançarina de Paris. São oito minutos de muita animação, respiração harmoniosa e muita atividade física. O baile pode ser feito sozinho, mas a graça acontece quando é realizado em grupo. Com grandes saias rodadas, a ideia é pular em uma perna só enquanto a outra articula para chutar a enorme saia e criar um visual que cative mas também entretenha seu público.

07. Vira (Portugal)

Crédito: Canal Folk Dances Around the World

A dança tradicional portuguesa foi muito difundida no Brasil pelos seus descendentes. O nome é também um gênero musical muito popular em várias regiões de Portugal. A coreografia não é tão difícil, podendo ser realizada tanto sozinha como em grupo: levante os braços e dê pulos e piruetas para animar, é só seguir a música!

08. Salsa (Cuba)

Crédito: Canal Plesni Centar Mimbao

Conhecida pela sua rapidez e por ser uma dança ligeira, a Salsa é também um gênero musical muito propício para a criação de coreografias ao som de bandas típicas. Muito famosa nos Estados Unidos, essa dança tem origem em Cuba e é uma mescla entre rumba, cha-cha-chá, mambo e merengue. Misturando todos esses ritmos empolgantes, diversão e exercícios para o corpo não vão faltar.

09. Bolero (Cuba-México)

Crédito: Canal ABDS

Uma dança de origem do século XIX, o Bolero nasceu em Cuba, mas se desenvolveu e popularizou muito no México. Uma dança um pouco mais lenta e com passos mais simples, o tradicional “dois para lá, dois para cá” é uma ótima forma de introduzir as danças latinas no seu repertório.

10. Polca (República Tcheca)

Crédito: Canal Children Festivals

A Polca é uma dança muito popular na Europa. De origem Tcheca, ainda no século XIX, o gênero surgiu e se popularizou rapidamente no país. O atrativo à época era a aproximação física, mas a diversidade dos movimento atraiu cada vez mais adeptos com seus rodopios intercalados entre os passos, ou os rápidos pulos feitos nas pontas dos pés.

Agora é a hora de deixar a timidez de lado e começar um novo hobby animado e saudável! Aproveite o tempo em família para aprender sua dança de preferência e ainda conhecer mais sobre aquele país que você tanto quer conhecer.

Você já praticou alguma dessas danças? Qual a sua preferida? Compartilhe sua experiência nos comentários!

About the author

Aqui você encontra dicas, novidades, curiosidades e tudo relacionado à viagens! Tudo pra você que precisa de uma ajudinha pra planejar sua viagem, ou pra você, que assim como eu adora viajar e quer saber os melhores destinos. Vem com o Tio!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *