Blog posts

Londres: 10 motivos para conhecer a capital inglesa

Londres: 10 motivos para conhecer a capital inglesa

Destinos Internacionais, Dicas

A Inglaterra é famosa por muitas coisas, entre elas sua monarquia, berço de gêneros musicais como punk e rock’n’roll e, claro personalidades e histórias importantes para a Europa e o mundo. Sua capital, Londres, costuma ser o centro de muitas dessas referências.

Londres é uma das regiões povoadas mais antigas do mundo, o centro da cidade, conhecido como “City of London”, “The City” e “The Square Mile” mantém suas fronteiras do período medieval. Tida como uma importante cidade global, como Paris, Tóquio e Nova York, também é um grande centro financeiro, com mais da metade das melhores companhias do Reino Unido.

Londres

Um dos muitos pontos positivos da cidade é a linha ferroviária subterrânea, o metrô de Londres é o mais antigo do mundo e o terceiro maior em extensão. O transporte público atende muito bem a cidade toda e cobre os principais atrações locais. A principal dica para quem quer se hospedar na cidade é recorre ao transporte público e andar a pé, a maioria dos pontos turísticos estão bem próximos uns dos outros.

Sede de inúmeros museus, bibliotecas, parques, galerias, restaurantes e pubs, além de Patrimônios Mundiais da Humanidade, Londres é o destino perfeito para todos os públicos. Confira o que não pode ficar de fora da sua visita a Londres:

The Shard

O The Shard London Bridge, nomeado anteriormente como London Bridge Tower, é também muito conhecido como Shard of Glass e The Shard. O edifício é um arranha-céu em formato de pirâmide com mais de 310 metros de altura, sendo o mais alto da União Europeia. O Shard conta com 72 andares, um terraço panorâmico e uma galeria ao ar livre com um observatório que permite uma vista incrível da cidade.

The Shard, prédio no centro da imagem

Torre de Londres

A Torre de Londres é um dos prédios mais bonitos e simbólicos de Londres. Com uma localização privilegiada, perto do rio Tâmisa e da Tower Bridge, O Palácio e Fortaleza Real de Sua Majestade da Torre de Londres foi fundada no século XI, a torre no centro, conhecida como Torre Branca, foi construída em 1078. O espaço foi usado para muitos fins, até a data de hoje. Inicialmente era a residência real, passou a ser prisão entre 1100 e 1952 e, apesar das constantes expansões, principalmente nos séculos XII e XIII, o desenho original conseguiu ser respeitado até os dias atuais.

O lugar abriga alguns dos tesouros mais importantes da Inglaterra, as Joias da Coroa Britânica. Atualmente ela é mantida pela Historic Royal Palaces e é protegida como um Patrimônio Mundial.

Torre de Londres

Tower Bridge

A Tower Bridge é um dos pontos turísticos mais visitados de Londres e do mundo, é também um dos lugares mais famosos por um detalhe: é uma ponte báscula: ela “abre e fecha” para a passagem de navios e carros. Inaugurada em 1894, sua localização é peça chave para o trânsito local, fazendo parte de uma das rotas mais importantes da cidade. Suas passarelas foram fechadas e abrigam, hoje, a Tower Bridge Experience, uma exposição que conta toda a história da ponte.

A passarela também apresenta uma parte em que o visitante pode admirar o rio Tâmisa e a própria cidade por conta do chão de vidro. A ponte abre, em média, quatro vezes por dia para a passagem de navios.

Tower Bridge

Cruzeiro no Rio Tâmisa

O Tâmisa é um dos rios mais famosos da Europa e o mais importante da Inglaterra, o trajeto passa por Oxford e Londres, desaguando no mar do Norte. Com 346km de extensão é o maior em território inglês e o segundo maior no Reino Unido. E o que pode ser melhor do que fazer um cruzeiro para conhecer toda a região?

A opção é uma boa oportunidade para quem quer conhecer Londres por outra perspectiva, estendendo a passagem até Greenwich. O rio passou por um longo trabalho de limpeza que possibilitou a volta de peixes para o local. Alguns dos pontos turísticos que são contemplados pelo Tâmisa: Ponte de Londres, Ponte de Waterloo e a Albert Bridge, ao todo são 114 pontes, vinte túneis e seis linhas férreas que podem ter a visão do rio.

Londres
Rio Tâmisa cruzando Londres

Catedral de Saint Paul

A Catedral de St. Paul foi a primeira igreja da Inglaterra, feita de madeira no ano de 604 d.C. O prédio foi reformado três vezes até o grande incêndio que atingiu Londres. A Catedral ficou abandonada até o século XVII, quando houve uma grande restauração que acrescentou a atual fachada e a cúpula de madeira. Houve outro incêndio e a igreja teve que ser reformada e incorporou o estilo barroco na catedral.

O arquiteto responsável resolveu entender os projetos anteriores para evitar incêndios e tragédias, percebeu que o erro vinha da estrutura, então começou do zero. A catedral foi palco de um dos maiores e mais importantes casamentos do século XX: Lady Di e o Príncipe Charles. O casal escolheu a igreja para celebrar o matrimônio em 1981. A cúpula da catedral é a segunda maior do mundo, a primeira é da Basílica de São Pedro, e tem uma das melhores vistas de Londres.

Londres
Catedral de St. Paul

Estação King’s Cross

A Estação King’s Cross é uma estação ferroviária muito famosa em Londres. Em funcionamento desde outubro de 1852, a King’s Cross é ponto de partida e chegada de vários destinos e diferentes localidades da Inglaterra e Escócia. A King’s Cross também inclui uma estação de metrô, conhecida como King’s Cross St. Pancras. Um fato curioso é que a escritora de Harry Potter, J. K. Rowling, usou o local como ponto de partida do Expresso de Hogwarts, na famosa Plataforma 9 3/4. Em homenagem à série, a Plataforma se tornou real e é um verdadeiro ponto turístico para os fãs da série.

Londres
Estação King’s Cross

Palácio de Buckingham

O Palácio de Buckingham é a residência oficial da Rainha da Inglaterra e todos os monarcas ingleses. O local também funciona como o principal local de trabalho da monarquia em Londres. O Palácio se tornou residência oficial em 1837, com a chegada da rainha Vitória ao poder e o edifício acabou se ampliando ao longo dos séculos XIX e XX, incluindo a famosa varanda em que a família real tradicionalmente reúne-se para saudar a multidão do lado de fora. Outro detalhe é o jardim do Palácio de Buckingham, o maior jardim particular de Londres. Em alguns horários é possível ver a troca da guarda real, famosos pelo chapéu de pelos enorme e sempre com uma postura séria!

Londres
Palácio de Buckingham

Covent Garden – Broadway de Londres

O Covent Garden é uma área dominada por cultura, bares e restaurantes incríveis. A região ainda apresenta ótimas opções para quem procura muito entretenimento e até fazer algumas comprinhas. Uma das salas de concerto mais famosas e importantes do mundo, a Royal Opera House, está localizada ali e também é conhecida como “Covent Garden”.

O Covent Garden Piazza está localizado no centro da área e havia um mercado de flores, frutas e legumes que permaneceu no local do século XVI até 1974, quando as compras passaram a ser feitas no New Covent Garden Market. O Covent Garden é muito famoso pelos espetáculos e shows que acontecem em casas especializadas e até mesmo nas ruas. E claro, falando em Inglaterra, não poderiam faltar ótimas opções de restaurantes e pubs para fechar o dia com chave de ouro.

Londres
Covent Garden, a Broadway de Londres

Museu V&A

O Museu Victoria e Albert, também conhecido como V&A, é um dos maiores museus de artes decorativas e de design de Londres, com um acervo de mais de 4,5 milhões de objetos. O museu, fundado em 1852, passou por muitas reformas e até mudanças de nomenclatura. A coleção mostra 5 mil anos de arte, preservando mobílias, peças de roupas e até elementos importantes para as épocas passadas.

A abertura oficial só foi feita em 1857, pela própria Rainha Victoria. Dividido em quatro departamento de coleções, cada um ainda se divide em dezesseis áreas de exibição. No V&A está localizada a National Art Library, uma biblioteca pública que contém mais de 750 mil livros, fotografias, desenhos e pinturas, sendo uma das maiores do mundo dedicadas ao estudo das artes.

Londres
Entrada do museu V&A

Notting Hill

Notting Hill é uma área famosa de Londres, seja pelo filme da Julia Roberts ou até mesmo pelas casas coloridas, o destino é passagem obrigatória para os turistas. Moderna e animada, Notting Hill abriga um mercado movimentado, seja com antiguidades e até várias opções de café exclusivos.

Na região é possível passar um dia todo voltado para a cultura e momentos de relaxamento, em restaurantes para todos os bolsos e públicos, além de lojas perfeitas para comprar algo memorável do local.

Londres
Entrada das casas em Notting Hill

A Terra dos Beatles e de tantas outras referências tem muitos destaques e a capital é uma grande junção disso tudo. Londres merece uma viagem exclusiva para aproveitar cada canto dessa cidade histórica e muito divertida.

Londres
Metrô de Londres

Garanta já o seu cartão com acesso aos (muitos) pontos turísticos. Compre aqui.

About the author

Aqui você encontra dicas, novidades, curiosidades e tudo relacionado à viagens! Tudo pra você que precisa de uma ajudinha pra planejar sua viagem, ou pra você, que assim como eu adora viajar e quer saber os melhores destinos. Vem com o Tio!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *