Blog posts

Visitor Oyster Card: saiba tudo sobre o Bilhete Único de Londres

Visitor Oyster Card: saiba tudo sobre o Bilhete Único de Londres

Dicas

Visitar uma capital pode ser cansativo, corrido e às vezes até nos passar a sensação de que estamos perdendo algo, seja uma história ou até mesmo um ponto turístico de menos destaque. Em Londres, a probabilidade disso acontecer é mínima dada a facilidade de se locomover entre uma atração e outra com o transporte público – seja de metrô, trem, VLT ou até mesmo barco – é possível percorrer a cidade de muitas maneiras.

Conheça todos os benefícios do Visitor Oyster Card, o jeito mais fácil e prático de se conhecer Londres

Londres tem muitos atrativos que a tornam especial, única e famosa. Lar da Rainha da Inglaterra e sua família, cheia de monumentos históricos centenários, A cidades é perfeita para quem está a pé e gosta de explorar destinos por inteiro, de Norte a Sul.

Oyster Card

Os conhecidos ônibus vermelhos de dois andares atravessam a cidade e compartilham as ruas com os tradicionais táxis pretos e as dezenas de estações de metrô que cortam Londres por baixo e conectam pessoas a lugares. Conheça algumas das melhores maneiras de passear e conhecer a capital inglesa, um dos destaques é o Metrô, também conhecido como The Tube.

O metrô de Londres é um dos mais famosos do mundo. Com uma malha metroviária extensa e que contempla vários locais da cidade, principalmente atrações turísticas. É a maneira mais tradicional, rápida e fácil de se locomover pela capital. Com um total de nove zonas, são 11 linhas e 270 estações que ocupam mais de 400km de trilhos.

Oyster Card

O transporte sobre trilhos em Londres  é o mais antigo do mundo, foi construído em 1863 e é uma das mais longas redes de metrô. É cenário de muitas séries e filmes como por exemplo: 007 – Operação Skyfall.

Seu funcionamento durante datas especiais e até em finais de semanas, em algumas linhas selecionadas, chegam a ser ininterruptos.

Como é andar no metrô de Londres?

O “Underground”, como também é conhecido o  metrô de Londres, tem todas as direções muito bem sinalizadas. Mas, claro, o uso da tecnologia pode melhorar muito sua experiência. Aplicativos como Google Maps podem te auxiliar a chegar no destino escolhendo as melhores rotas: entre  linhas de ônibus, VLT’s, barcas,  integrando você com outros meios de transporte público ou, até mesmo, ajudando a calcular o tempo de caminhada.

O horário de funcionamento do metro é de segunda a sábado, das 5h até 00h e aos domingos, das 7h30 às 23h30. As sextas e sábados o serviço é 24h em cinco linhas: Central, Victoria, Jubilee, Northern e Piccadilly.

As estações do Tube são especialmente incríveis para os amantes de Arte e História. Algumas delas ainda mantêm o estilo Art Déco da década de 1930, e outras ainda têm grande valor histórico. Vale conhecer algumas paradas como: Westminster, Southwark, West Brompton, Baker Street, Cockfosters, Paddington, Gloucester Road, Notting Hill Gate, Canary Wharf, Gloucester Road, Leytonstone, Canada Water, além da Great Portland Street.

Sair de metrô do aeroporto Heathrow?

O Aeroporto Internacional de Heathrow está estabelecido na região oeste da capital londrina. Sendo o mais movimentado do Reino Unido, é fácil chegar de viagem e já aproveitar as atrações locais. Localizado na zona 6 de Londres, você pode pegar o metrô e sair em qualquer outro canto da cidade. Toda essa experiência pode ser melhorada com a compra do Visitor Oyster Card, seu “bilhete único” londrino que já garante acesso ao transporte público sem precisar trocar no destino e com créditos disponibilizados.

A opção mais barata e prática para o centro de Londres

Existem três estações de metrô em Heathrow: Heathrow Terminal 5Heathrow Terminal 4 e Heathrow Terminals 2 e 3

A linha azul escura do metrô (Piccadilly) conecta o aeroporto ao centro de Londres e ao restante do sistema de metrô da cidade.

A opção de metro é bem mais barata que o trem e a viagem até o centro leva aproximadamente 1 hora.

Como Heathrow é o início da viagem é fácil encontrar lugar sentado e acomodar as malas não fica tão difícil.

O horário de funcionamento do metrô é aproximadamente de 5h00 às 23h40, e as saídas são muito frequentes. Nas noites de sextas e sábados somente, a linha Piccadilly funciona a noite toda, porém não passa na estação Heathrow Terminal 4.

Além de ser mais barato que o trem, a vantagem do metrô é que a linha Piccadilly atende as estações de Earl’s Court, South Kensington, Leicester Square e Covent Garden, onde estão vários hotéis. Veja abaixo todas as estações da linha Piccadilly:

Uma passagem única (single fare) para o centro de Londres (Zona 1) custa em 2020 ₤6 e, no oyster Card, £5,10 (entre 6h30 e 9h30 de segunda a sexta) e £3,10 em outros horários.

Sobre o Visitor Oyster Card

O Visitor Oyster Card é a melhor maneira de aproveitar a cidade e todo seu famoso transporte público. O cartão comprado no Brasil vem direto da Terra da Rainha e começa a funcionar assim que é passado na catraca. O Visitor Oyster Card também funciona em outros meios de transporte londrinos como: trem, ônibus, TFL Rail, River Bus, DLR, Overground e o novo Emirates Air Line.

As tarifas são mais baixas e valem muito a pena para quem está de passagem pela capital. Além de otimizar a passagem e agilizar o acesso ao transporte, é uma maneira de economizar e ter mais segurança. Seus créditos não expiram e podem ser usados por outras pessoas que forem viajar para Londres.

Como ele funciona?

O cartão tem um sistema pré-pago muito inteligente que acaba calculando automaticamente o valor da sua viagem. As tarifas podem variar de acordo com Zona, transporte e horários utilizados. O limite de cobrança diário tem um “teto” de três passagens. Uma vez atingido esse teto, as próximas passagens não serão cobradas.

Oyster Card

O ideal é fazer um calculo de quantos dias você pretende usar os meios de transporte, mas caso precise de mais crédito é muito fácil recarregá-lo nas próprias estações. A maior parte dos pontos turísticos está localizada entre as zonas 1 e 2 do metrô, isso pode ser um auxilio na hora de fazer seu roteiro. Para a região, os transportes tem um custo diário de 7£ (sete Libras). Nos horários de pico (Peak), entre 4h30 e 09h29 de segunda a sexta, o preço é mais caro.

O Visitor Oyster Card também dá descontos!

O Visitor Oyster Card proporciona descontos especiais aos seus usuários, como:
• Descontos especiais e promoções nas principais lojas de Londres, restaurantes, museus e outros locais de entretenimento.
• Até 26% de desconto no teleférico Emirates Air Line
• Até 19% de desconto nas rotas operadas por barcos no rio (River Bus Services).

Oyster Card

Garanta seu Visitor Oyster Card aqui e saia do Brasil com acesso liberado para o transporte público de Londres. Mind the gap!

About the author

Aqui você encontra dicas, novidades, curiosidades e tudo relacionado à viagens! Tudo pra você que precisa de uma ajudinha pra planejar sua viagem, ou pra você, que assim como eu adora viajar e quer saber os melhores destinos. Vem com o Tio!

2 Comments

  1. Rogerio
    29 de janeiro de 2020 at 18:50
    Reply

    Muito bom o seu post. Saberia informar quantos dias o visitor oyster card costuma ser entregue no Brasil?

    • Tio Walter
      7 de fevereiro de 2020 at 12:22

      Oi, Rogério! Tudo bem? Que bom que gostou do conteúdo!
      O Visitor Oyster Card sai a pronta entrega na RCA Turismo 🙂 Bacana, não é mesmo? Temos nossa matriz em São Paulo e nossas filais em BH, Brasília, Rio de Janeiro, Recife, Curitiba e Porto Alegre, em todas você já sai com ele em mãos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *